Desencaixotando Rita

Desencaixotando Rita

domingo, 31 de julho de 2011

Foto[grafia]



Sob o olhar alheio,
me confundo

entremeio
cores em holograma
pixelada

até a raiz dos cabelos

enceno
o teatro do eu,
o magnífico drama
de ser eu

ganho contorno
na bidimensionalidade obturada
respiração comprimida

no diafragma

um feixe,
um feixe de luz
me engoliu

sim,
a minha especularidade
vergonhosamente roubada

por um olho de peixe

2 comentários:

Comentam por aí...