Desencaixotando Rita

Desencaixotando Rita

terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

"Blake"

   

 não há diabo de centelha
       que bruxuleie trêmula
      nesta pequena órbita
           de micropeixes

sombras ~
é o que temos
espalhado feito moluscos
                       que tingem 
sua rota de fuga ao permitir-se
uma escolha inexata 
                   de preto



              porque o meu amor 
tem a apreensão de um tigre
na antecipação do salto
        meu amor
é feito de naufrágio
[  entre peito aberto
e âncoras   excessivamente
                           precoces ]
 o que há de se fazer se tenho
  velas içadas nos pulmões
minivulcões eriçados nos dedos
como cavalos marinhos
                         sentidos 



 asas --- um destino
     de cada
                   vez




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentam por aí...