Desencaixotando Rita

Desencaixotando Rita

terça-feira, 10 de junho de 2014

Ritinha Temporal*

[você],
que arrebata vertiginosa
morcegos do incêndio,
figura em espelhos baços,
com a mochila cheia de empáfia
e rimas brancas,
arruinou a minha vida
[por delicadeza].
ainda guardo no armário
seus estilhaços,
seu vestido de raposa,
a trança holandesa
na gaveta.
encaixotei por medo
a nossa criança estrelada
de mãos gretadas
sob a cama, mas eis que
um bater de asas, de repente
a reconstrói
inteira em fragmentos.
ouço o teu caráter difícil
de ciclone litorâneo
encrespando a superfície
dos cílios, a chuva de vento
a sacudir venezianas, abafando
seus gritos
entre os travesseiros.

*dedicado à personagem de José Louzeiro, Ritinha Temporal, que marcou a minha infância com morcegos, e uma estética protogótica audaciosa de uma típica plutoniana.

2 comentários:

Comentam por aí...