Desencaixotando Rita

Desencaixotando Rita

segunda-feira, 19 de maio de 2014

"orientações a um cavaleiro no ano do cavalo"

não há retorno
          deste ponto da estrada


da minha língua
ouve-se o retinir
metálico do teu dorso
desperto de montaria
e o eco vagido de cabritos
degolados

não há retorno
           deste ponto:

tome
aquelas
rotas de viagem
        repletas de penugem

para
      onde jurei
      nunca mais
voltar

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentam por aí...