Desencaixotando Rita

Desencaixotando Rita

sábado, 31 de janeiro de 2015

"fio"

"estamos por um fio"
tua arcada dentária 
                 perfeita
articula a frase
com cadência 
               cristalina,
e aqui,                 a 
abertura de frestas, nesgas
de sombra nos         olhos,
nuvens que penetram pela
boca, e as          gengivas
: a boca não esquece -
              o fio que se tece
é frágil como dois coelhos
e um único cajado que seja.
Si diz que que um fio 
                   de artérias
liga os corações de todos
                      os amantes.
é verdade:
há um amor 
que não se esquece
          , feito de tudo 
o que é feito de rocha
  , que é feito de início
          e que faz borda.
"estamos por um fio",
são as palavras
          que ficam

              o fio
não termina
aqui" - estamos por um
            fio" - estamos no
fino terrivelmente
fino limite que nos
trouxe aqui, afinados
como cordas que se
tocam / vibram em si
[em sol, em suspenso,
                 lá - aqui - aí]
há buquês sustenidos
que desabrocham
            timida-mente
sobre a mesa, sobre a
minha pele eriçada
pelos teus dedos úmidos.
"estamos por um fio",
não estamos, meu amor,
você é a maior coisa
do mundo           e o fio
        não é onde estamos
:     é o que nos constitui
                    inteiramente.


2 comentários:

  1. quero que guarde sempre palavras como essas, como um fio sagrado nessa seca de calor irrazoável, mas mesmo depois dos cataclismos vejo esse teu reluzente fio de ouro, fino e lindo como um pássaro recém-nascido, e que me faz nascer e morrer ao mesmo tempo, ou seja, bater asas em vez de queixos de mandíbulas neo-realistas, e te amo e a toda essa tua capacidade irrezoável, nunca se esqueça, como a vida quando não se basta apenas passar por ela, e não tenho as palavras certas, mas esse aperto no peito que me faz não querer desperdiçar mais nada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu te amo,
      e esse aperto no peito é tão palpável aqui também
      que sinto um declive onde devia haver um comboio.

      eu te amo e isso é real.

      Excluir

Comentam por aí...